Tijolos de papel reciclado

Pesquisadores da Universidad de Jaén, na Espanha, estão desenvolvendo um protótipo de tijolo composto por uma mistura de argila com resíduos de celulose. O resultado é um bloco resistente, de baixa condutividade térmica, com qualidades isolantes, econômico e de baixo impacto ao meio ambiente.

A indústria papeleira gera toneladas de resíduos todos os anos – em 1991, 27% dos resíduos tóxicos e perigosos na Espanha procediam desse ramo industrial, hoje em dia este número aumentou – é por isso que os pesquisadores investigam a possibilidade de unir ao material cerâmico os resíduos da celulose que provem das fábricas de papel – reciclado, neste caso – assim como os resíduos líquidos procedentes da depuração de suas águas residuais e gerar, desta forma, uma solução estrutural que é ao mesmo tempo econômica e ambientalmente correta.

Outra vantagem de se adicionar resíduos aos protótipos de tijolos é que eles fornecem energia devido à presença de matéria orgânica. Isto pode ajudar a reduzir o consumo de combustível e o tempo de cozimento necessário para sua produção.

O método de fabricação consiste em criar uma massa composta por argila e os resíduos de celulose que, através do processo de pressão e extrusão mecânica, resultam no protótipo de 3x1x6cm. Foram feitos testes com tijolos maiores, obtendo resultados similares quanto às suas propriedades de resistência e isolamento.

 

Fonte: Archdaily

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s